Maria da Penha vence Prêmio Brasil Mais Inclusão, da Câmara dos Deputados

maria_da_penha.jpg

A  Câmara dos Deputados escolheu na última quarta-feira (18) os vencedores da primeira edição do Prêmio Brasil Mais Inclusão. Indicada pela deputada federal Luizianne Lins (PT/ CE), a ativista Maria da Penha foi uma das cinco personalidades escolhidas para receber homenagem pelas ações de destaque na inclusão de pessoas com deficiência.

O prêmio será concedido anualmente a empresas públicas ou privadas, a entes federados (União, estados e municípios) e a personalidades que tenham realizado trabalhos no âmbito da inclusão de pessoas com deficiência. Além das cinco personalidades, cinco entidades serão agraciadas com um diploma de menção honrosa.

A premiação acontece no próximo dia 3/12, quando se comemora o Dia Internacional da Pessoa com Deficiência. “Ficamos muito felizes com a escolha da nossa indicada Maria da Penha, entre centenas de outras indicações igualmente merecedoras. Iniciativas como essa, além de um reconhecimento à atuação das pessoas comprometidas com a causa, é uma forma de jogar luz sobre o assunto e sensibilizar toda a sociedade”, comentou Luizianne.

Os premiados foram escolhidos por um conselho deliberativo formado pelo segundo-secretário da Câmara dos Deputados, deputado Felipe Bornier, pela terceira-secretária, deputada Mara Gabrilli, pelos membros titulares da Comissão de Defesa dos Direitos das Pessoas com Deficiência e por um representante de cada partido com assento na Câmara, indicados pelos respectivos líderes.

Confira os homenageados

Entidades

– Associação das Pessoas com Deficiência de Montes Claros (MG);

– Associação Jacarezinhense de Atendimento ao Deficiente Auditivo e Visual (PR);

– Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais do Distrito Federal (Apae-DF);

– Instituto de Cegos do Brasil Central (MG); e

– Associação Juliano Varela (MS).

Personalidades

– David Pena Ramos César, que nasceu com uma síndrome rara responsável pela má formação dos seus membros superiores e inferiores e atualmente é palestrante motivacional;

– Patrick Dornelles, embaixador da ONU dos Objetivos do Milênio (ODM/PNUD), representando a pessoa com deficiência;

– Maria da Penha Maia, farmacêutica brasileira que lutou para que seu agressor viesse a ser condenado e acabou dando nome à lei que pune a violência contra a mulher;

– Mayara Ferreira, vereadora em Boa Vista (RR). É cadeirante, participou de vários movimentos sociais e luta pelos direitos dos deficientes; e

– Tereza Nelma da Silva, vereadora em Maceió (AL), ligada à defesa dos direitos das pessoas com deficiência e à inclusão.

(Com informações do Notícias da Casa/Câmara dos Deputados)

Comente e participe!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s