Luizianne repudia projeto que pretende acabar com a reprodução assistida no Brasil

Na pauta de votação da Comissão de Constituição e Justiça (CCJC) da Câmara dos Deputados, o PL 1184/2003 pode representar o fim da reprodução assistida no Brasil devido às dificuldades e barreiras impostas pelo projeto para algumas famílias.

A proposta modifica uma série de avanços no campo da fertilização assistida como a exclusão de casais homoafetivos do tratamento, limitação de fertilização de óvulos e proibição de congelamento de embriões.

“É negar mais uma vez a ciência, que avançou tanto, com ética e respeito à vida, no aperfeiçoamento da reprodução assistida. E é uma violência contra as pessoas que vivenciam a infertilidade, idade avançada ou doenças genéticas, além da crueldade com famílias homoafetivas que desejam ter filhos biológicos”, comentou a deputada federal Luizianne Lins (PT/CE).

Os retrocessos são inúmeros e são uma ameaça ao setor de reprodução assistida no Brasil. “Quando construímos o Hospital da Mulher na nossa gestão à frente da prefeitura de Fortaleza, já imaginávamos um espaço de promoção da saúde preventiva e reprodutiva das mulheres da nossa cidade em todas as fases da vida. Conhecemos bem a realidade e lamentamos muito que esse projeto excludente, desumano e preconceituoso esteja em discussão”.

Comente e participe!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s