Reforma eleitoral: Luizianne comemora derrota de Bolsonaro na Câmara

A deputada federal Luizianne Lins (PT/CE) comemorou mais uma derrota de Bolsonaro na Câmara, dessa vez em relação à reforma eleitoral (PEC 125/2011). Para a parlamentar, “a reforma eleitoral de Bolsonaro com o Distritão era mais um ataque à democracia. Só quem perderia era o povo”. Ela explica que o Distritão: estimularia a personalização das candidaturas; impediria a renovação do Parlamento; acabaria com a pluralidade da representatividade parlamentar; beneficiaria campanhas milionárias; e distanciaria o eleitor do seu representante.

A decisão da Câmara consolidou a vitória dos partidos que defendem a democracia. O texto, que agora será apreciado pelo Senado, enterra a proposta de distritão, permite o retorno das coligações partidárias para as eleições proporcionais, garante o segundo turno da eleição para prefeito, governador e presidente e permite a contagem em dobro dos votos dados a candidatas e a negros para a Câmara dos Deputados.

Em suas redes sociais da Internet, Luizianne destacou ainda que foi mantido dispositivo que prevê a contagem em dobro dos votos para candidatas e negros à Câmara Federal, nas eleições de 2022 a 2030, com vistas à distribuição entre os partidos dos recursos do Fundo Partidário e Fundo Eleitoral.

Comente e participe!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s