Luizianne denuncia desmonte da cultura nacional promovido por Bolsonaro

A deputada federal Luizianne Lins (PT/CE) tem denunciado o desmonte em curso, promovido pelo desgoverno Bolsonaro, nas políticas públicas federais de cultura. A parlamentar lamentou o incêndio que, no último dia 29/07, destruiu grande parte do acervo da Cinemateca de São Paulo. Funcionários já vinham alertando há meses sobre a situação precária da instituição. A Cinemateca, que é controlada pelo governo federal, não tem tido investimentos no setor de preservação. “Mais um crime do Bolsonaro. Crime contra a cultura nacional”, afirmou a deputada.

Luizianne também denunciou a mais nova estratégia de Bolsonaro para prosseguir com o desmonte da cultura nacional: o decreto nº 70.755/21. A medida estabelece um parâmetro inconstitucional que dá ao secretário especial de Cultura, Mário Frias, o poder de decidir sobre recursos e temas que podem ser tratados pelos projetos culturais financiados pelo Pronac (Programa Nacional de Incentivo à Cultura), privando organizações e artistas da liberdade de expressão. 

“Bolsonaro quer censurar e controlar produções culturais no Brasil dando superpoderes ao secretário Mário Frias. Resistiremos!”, enfatizou a parlamentar.

Comente e participe!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s