Luizianne debateu Meio Ambiente, Urbanismo e Infraestrutura no último encontro do Programa de Governo Participativo para Fortaleza

A deputada federal e candidata pelo PT à Prefeitura de Fortaleza, Luizianne Lins, realizou nessa quinta (24/09) o último Encontro do Programa de Governo Popular e Participativo para Fortaleza. O tema desse sétimo encontro foi “Meio Ambiente, Urbanismo e Infraestrutura”. “Nesse último encontro, debatemos múltiplos temas, inclusive um tema que está muito presente, que é o nosso meio ambiente. O pantanal sendo queimado, nosso bioma está comprometido, nossos bichos estão morrendo. E vemos um discurso mentiroso do presidente Bolsonaro na Assembleia Geral da ONU”, lamentou Luizianne.

Participaram das discussões os convidados Nabil Bonduki, arquiteto, professor titular de Planejamento Urbano da Universidade de São Paulo (USP) e ex-secretário das gestões Erundina e Haddad em SP; e o advogado, ambientalista, ex-vereador e ex-secretário de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano na gestão Luizianne em Fortaleza, Deodato Ramalho. O candidato a vice na chapa de Luizianne, Vladyson Viana, também participou do debate.

Luizianne iniciou o debate fazendo, como de praxe, um resgate das suas duas gestões na área de infraestrutura e meio ambiente. A deputada destacou o Projeto Orla, desenvolvido quando esteve à frente da administração de Fortaleza, a requalificação da Praia de Iracema, Vila do Mar e o Transfor. “Criamos o parque e a área de proteção ambiental da Sabiaguaba, ampliamos o quadro de fiscais para monitorar a qualidade da questão urbana, tivemos uma grande evolução na coleta de lixo domiciliar, investimos no tratamento de resíduo sólidos, realizamos a limpeza sistemática e a retirada de esgotos clandestinos de lagoas”, rememorou.

Vladyson Viana, vice de Luizianne, lembrou que Fortaleza é uma das capitais mais adensadas do Brasil e que guarda muitas desigualdades. “Se tem uma área que precisa ser feita com inversão de prioridades é a área de meio ambiente e urbanismo. A gestão de Luizianne deixou um legado, transformando nossa cidade em uma cidade mais humana. Precisamos construir e recuperar essa fortaleza humana que dialoga com a diversidade, que inverte as prioridades das políticas públicas e prioriza o ser humano e as políticas de equidade”, disse.

Deodato Ramalho, ex-secretário de meio ambiente de Fortaleza, criticou a política ambiental conduzida pela atual gestão. “Assistimos ao esvaziamento dos servidores de carreira que fazem a fiscalização ambiental em Fortaleza com a retirada da sua autonomia e o abandono do controle urbano. A atual gestão destruiu o arcabouço de proteção do meio ambiente em Fortaleza. Precisamos recuperar a gestão ambiental entregue hoje aos interesses do mercado”, comentou Deodato ao criticar a permissividade da gestão atual que atende a interesses privados.

O professor Nabil Bonduki sugeriu mudar o padrão de urbanização. “Precisamos de políticas que sejam contínuas, por isso os planos diretores são importantes, temos que ter programas de urbanização, programas de regularização fundiária e de melhoria habitacional”, disse.

A atividade foi transmitida pelas redes sociais da deputada @luiziannelinsPT: YouTube, Facebook e Instagram. Ao longo dos ciclos virtuais de debate para o programa de governo foram debatidos também os temas Saúde; Educação; Cultura; Trabalho, Emprego e Renda; Segurança Pública e Direitos Humanos; e Assistência Social.

Comente e participe!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s