Luizianne defende manutenção do valor do auxílio emergencial em R$ 600

A deputada federal Luizianne Lins tem se manifestado terminantemente contra a MP do desgoverno Bolsonaro que reduz pela metade o valor do auxílio emergencial. Até dezembro, os brasileiros sem trabalho e renda receberão parcelas de apenas R$ 300.

Para a parlamentar, não há justificativa objetiva para a redução já que a presidenta Dilma deixou US$ 380 bilhões em reservas cambiais, poupança que deveria ser usada em emergências. Portanto, reduzir o auxílio emergencial para R$ 300 é opção cruel de Paulo Guedes e Bolsonaro. “Se com R$ 600 as pessoas sem trabalho e renda já passam por grandes dificuldades, imaginem com esse valor reduzido pela metade”, salienta.

Luizianne afirma que juntamente com Bancada do PT na Câmara, caso a MP seja votada, irá tentar reverter e manter o valor de R$ 600. No entanto, o alerta já foi dado: “Bolsonaro, Guedes e aliados na Câmara vão trabalhar para deixar MP que reduziu auxílio pela metade caducar. Objetivo: evitar debate com a Oposição e restabelecimento dos R$ 600,00. Resistiremos”.

Comente e participe!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s