Luizianne debate sobre violência obstétrica

A deputada federal Luizianne Lins (PT/CE) presidiu esta tarde audiência pública que discutiu violência obstétrica, na Comissão Permanente Mista de Combate à Violência Contra a Mulher (CMCVM). A deputada é autora da proposição. O evento contou com a participação de especialistas ligados à saúde e aos direitos das mulheres.

De acordo com a deputada Luizianne, esse tipo de violência pode ocorrer com a negação de atendimento, com o atendimento de forma não humanizada, com o abuso de medicações, com o impedimento da escolha da forma e local de realização do parto e com a proibição de acompanhante, por exemplo. Todas essas atitudes, explicou a parlamentar, podem gerar diferentes reações na mulher, algumas delas semelhantes às relacionadas ao estupro, como rejeição ao corpo e temor de relações sexuais e de nova gravidez.

Para ela, o parto é um momento de extrema relevância para a mulher e, por isso, ela deve ter assistência qualificada desde o período pré-natal com uma equipe que garanta seus direitos, respeite sua autonomia e individualidade e a ajude a tornar essa jornada mais humana, eliminando a dor e o sacrifício que muitas vezes são considerados naturais do processo.

peça violencia obstetrica

Clique para assistir: https://goo.gl/bpXzaN

Leia também matérias das agências da Câmara e Senado: https://goo.gl/Q7WQ3D I https://goo.gl/yLELTahttps://goo.gl/muB7m6

(com informações da Agência Senado)

 

Comente e participe!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s