Luizianne exige providências sobre áudio vazado do avião da FAB que transportou Lula

Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), Forças Armadas e Ministério da Defesa foram instados a apurar as declarações vazadas do áudio do vôo da Força Aérea Brasileira que transportava o ex-presidente Lula e cujo conteúdo dizia: “Manda este lixo janela abaixo aí”. As solicitações foram foram feitas pela deputada federal Luizianne Lins (PT/CE). “É preciso que seja averiguado se a fala partiu da torre de controle ou de funcionário habilitado. Trata-se de um crime. Uma sindicância deve ser instaurada, ou outro instrumento de apuração, mas algo precisa ser feito. Não podemos naturalizar o ódio e a violência”, explica Luizianne.

A gravação, divulgada pela imprensa, aponta que Luís Inácio Lula da Silva teria sofrido ameaças quando se deslocava entre São Paulo e Curitiba, no último dia 07 de abril. Os requerimentos enviados pela deputada apontam: “Termos inapropriados, desrespeitosos, inadequados com referência ao ex-presidente teriam sido ditos por profissionais em pleno exercício da função que certamente não recebem soldos mensais para agredir e disseminar ódio a nenhum cidadão brasileiro.”

Ainda conforme os requerimentos, no áudio é dito: “pessoal a frequência é gravada e ela pode ser usada contra a gente”, demonstrando que a reunião daquele vocabulário não fazia parte de seus ofícios profissionais, demonstrando também reconhecimento das vozes pessoas e/ou postos que ocupavam naquela noite.

 

Comente e participe!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s