Luizianne solicita apuração de incitação ao crime de homicídio ao ex-presidente Lula

Luizianne Lins por Gustavo Bezerra.jpg

crédito: Gustavo Bezerra

A deputada federal Luizianne Lins (PT/CE) apresentou hoje (11/04), na Comissão de Direitos Humanos da Câmara de Deputados, requerimento para que o Ministério Público de São Paulo apure crime de incitação ao homicídio do ex-Presidente Luís Inácio Lula da Silva. A ameaça foi realizada no último sábado por Oscar Maroni, proprietário da casa noturna “Bahamas Night Club”, situada em São Paulo (SP).

As ameaças aconteceram em um ato aberto, na calçada do estabelecimento, e foram amplamente noticiadas pela mídia e divulgadas em vídeos que circulam nas redes sociais. Durante o ato, Oscar Maroni dirigiu-se para as pessoas que se concentravam no local e proferiu “Se o Lula for preso até meia noite, a cerveja é de graça. Agora, se matarem ele, o mês todo a cerveja é de graça!”.

Além do crime de incitação à violência, Luizianne solicita ao Ministério Público que investigue favorecimento de prostituição ou exploração sexual, além de apurar a prática de ato obsceno em lugar público. No show de horrores promovido em plena via pública, Oscar Maroni despe, toca e lambe os seus seios de uma mulher em uma cena visivelmente humilhante.

Em discurso nesta quarta na Câmara, Luizianne comentou sobre a urgência para que as medidas cabíveis sejam executadas. “Isso não é coisa só de fascista, nazista, misógino; isso é coisa de criminoso. E quem deveria estar na cadeira é esse tipo de gente!”, reforçou.

Assista clicando aqui

Comente e participe!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s