Luizianne sai em defesa dos tecnólogos

Deputada pediu celeridade na tramitação do PL que regulamenta a profissão dos tecnólogos. Projeto tramita há 10 anos na Câmara

O Projeto de Lei 2245/2007, que trata sobre a regulamentação da profissão de tecnólogo – já aprovado nas comissões da Câmara Federal – está com sua tramitação paralisada desde 2013. Buscando agilizar o andamento do PL, a deputada Luizianne Lins (PT/CE) enviou ofício ao presidente da Casa, deputado Rodrigo Maia (DEM/RJ), solicitando atenção ao projeto, que no último dia 17 de outubro fez aniversário de dez anos de tramitação na Câmara.

De autoria do deputado Reginaldo Lopes (PT / MG), o PL 2245 teve seu andamento prejudicado após recurso apresentado pelo deputado Jair Bolsonaro (PSC/RJ) contra a conclusão nas comissões. Desde então, mais de dez deputados já solicitaram a inclusão do projeto na ordem do dia no plenário e todos os pedidos foram indeferidos pela Mesa Diretora, visto que até o momento não existe decisão acerca do recurso.

“É preciso que a Mesa se posicione sobre o recurso do Bolsonaro. Se acata, que vá ao plenário, se não acata, que vá ao Senado. É um prejuízo o projeto estar parado. Com a ampliação dos institutos federais e consequente aumento da importância e da necessidade desses profissionais, é de suma importância que eles tenham instrumentos legais para o reconhecimento da sua atuação profissional”, destaca Luizianne.

Um comentário sobre “Luizianne sai em defesa dos tecnólogos

  1. Prezados, até quando os profissionais formados na área de Tecnologia, vão ter que esperar pela vontade de certos políticos que tende apenas querer o retrocesso do país, se olharmos não muito além, veremos que os países que tem políticos descentes, e que querem ver o profissionalismo com responsabilidade, é só ler os jornais dos Países Europeus, que verá o quanto eles apoiam e valorizao os profissionais formados nas áreas de tecnologia.
    No Brasil, criaram muitos INSTITUTO FEDERAIS DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA, porém os profissionais que são formados por estas instituições, após sua formação tem que estar mendigando junto conselhos, no meu caso CREA, para ter alguma atribuição.
    Diante do exposto, fica a minha indignação quando votam em políticos que não possuem formação educacional, e deles dependemos para ter a nossa independência quanto profissional.
    Ass. MANOEL MAGALHÃES
    Tecg. em Construção de Edifícios
    Me. em Engenharia Civil

    Curtir

Comente e participe!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s