#8M2022: momento de reconstrução do país e de dar um basta aos retrocessos impostos por Bolsonaro

Neste 8 de março de 2022, data em que se comemora o Dia Internacional de Luta das Mulheres e o ano que marca as comemorações dos 90 anos do voto feminino no Brasil, as parlamentares da Bancada do Partido dos Trabalhadores na Câmara relembram as aspirações traduzidas nas lutas feministas e os desafios que estão colocados para combater a nova era imposta por um governo misógino, preconceituoso e genocida, com grave supressão dos direitos das mulheres no Brasil.

A deputada federal Luizianne Lins (PT/CE)  revela que suas ações na Câmara dos Deputados “são tentativas de combater os crimes de ódio contra as mulheres”. Segundo ela, o número de feminicídios tem aumentado durante a pandemia do coronavírus e com o desgoverno Bolsonaro.

“Chega! Basta! Nós mulheres temos sofrido o impacto dessa política, seja na questão do custo de vida, na sustentação das nossas famílias, seja em relação à violência, ao preconceito. Fora, Bolsonaro! Nós não queremos mais que esse indivíduo governe o Brasil”, declarou a presidenta nacional do PT, deputada Gleisi Hoffmann (PR).

Reconstruir o Brasil

Para Gleisi, o Dia Internacional da Mulher é um momento de reconstrução do Brasil. “É um momento de dizermos de forma clara que está nas mãos das mulheres fazer o enfrentamento da política da destruição, do ódio e da violência. Portanto, este 8 de março é um momento que temos que nos voltar para a política, para o debate de como a gente muda as coisas, e a gente muda as coisas através da atuação política”, observou.

A presidenta do PT disse ainda que no Congresso Nacional as mulheres do Partido dos Trabalhadores, Luizianne Lins (CE),  Benedita da Silva (RJ), Erika Kokay (DF), Maria do Rosário (RS), Marília Arraes (PE), Natália Bonavides (RN), Professora Rosa Neide (MT) e Rejane Dias (PI) têm atuado muito em relação a essa situação, denunciando as barbaridades praticadas pelo governo Bolsonaro, e proposto ações que realmente melhorem a vida do povo.

“A ação política é fundamental para resgatar o Brasil do desastre que ele se encontra, e isso será um marco importante dessa luta neste ano”, arrematou Glesi Hoffmann.

Resgate do Estado brasileiro

As deputadas da Bancada do PT na Câmara denunciam que esse governo é marcado por uma série de retrocessos causados por uma agenda governamental restritiva, entreguista, antipopular e com perdas devastadoras de direitos. Elas apontam que dados do governo Jair Bolsonaro são os piores possíveis, com impacto direto na situação das mulheres brasileiras.

Com informações do PT na Câmara.

Comente e participe!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s