ARTIGO: Eu te desejo vida, longa vida

Luizianne Lins, deputada federal (PT/CE)

Este ano, não tem festa e a alegria é contida. Nossa aniversariante, tão amada e festejada, tem vivido dias difíceis enfrentando a dureza de uma pandemia mundial. Que lição vamos tirar desse momento ainda não sabemos ao certo, mas renovamos, dia após dia, o amor e a admiração por nossa cidade e sua gente. Uma cidade que não desiste e que tem uma capacidade extraordinária de se reinventar. Uma gente que resiste e que usa a criatividade para atravessar as tempestades.

Fortaleza cantada por músicos talentosos, escrita em versos por poetas sensíveis, embalada pelo Maracatu completa hoje 295 anos de pura beleza e ousadia. Nossa vontade é de estar nas ruas, celebrando entre risos e abraços mais um aniversário da nossa querida cidade. Quem sabe brindando ao pôr-do-sol da Barra do Ceará ou pedalando na ciclovia da Vila do Mar. Na sequência, um show cultural no aterro, deixando no mar acarinhar os pés.

É bem provável que tivesse alguma ação cultural planejada pelos jovens artistas do Jangurussu, mostrando a potência criativa e provocadora da periferia. Não faltariam boas opções para celebrar Fortaleza. Chorinho no Passeio Público, apresentações nos Cucas, palco aberto no Largo do Mincharia.   

Um dia, o povo de Fortaleza me deu o grande presente e honra de ser sua governante. Deixei uma cidade completamente diferente da que eu recebi. Da situação financeira às grandes obras. Invertemos prioridades e fizemos uma gestão para todas e todos. Garantimos merenda de qualidade e escola para nossas crianças, criamos lugares que antes não existiam, ou existiam, mas estavam abandonados. E, hoje, mais do que nunca, alimento o sonho de ver essa cidade cada vez mais bela, humana e justa.

Fortaleza é uma metrópole cheia de contrastes sociais, com imensa concentração de renda e enorme população nas faixas de pobreza e extrema pobreza. A experiência da nossa administração, implementada por nossas duas gestões entre 2005 e 2012, articulou uma resposta a esses desafios, integrando uma forte política de inclusão social. Resgatar essa história é importante para a memória da nossa cidade. O tempo é de reflexão, responsabilidade e cuidados. Para superarmos esse momento com sabedoria, precisamos fazer das experiências passadas fonte de crescimento e evolução.

Com solidariedade, empatia e investimentos, vamos sair dessa crise. Venceremos! E, em abril de 2022, estaremos unidos, de mãos de dadas, sentindo a brisa do mar e agradecendo o dom da vida. Esse é o meu desejo de presente para Fortaleza.

Comente e participe!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s