Luizianne realiza audiência pública sobre a violência estrutural sofrida pelas mulheres

Atendendo ao requerimento da depuWhatsApp Image 2019-12-02 at 14.03.02tada federal Luizianne Lins a Comissão Mista de Combate à Violência Contra a Mulher (CMCVM) realizou, no último dia 20/11, audiência pública para debater a violência estrutural sofrida pelas mulheres.

Participaram do debate a presidente da comissão, senadora Zenaide Maia (Pros-RN); a professora da Universidade Federal do Amazonas, Milena Fernandes Barroso; a professora da Universidade de Brasília, Maria Elaene Rodrigues Alves e a professora da Universidade de Brasília, Priscilla Maia de Andrade.

Luizianne cobrou mais fiscalização sobre a execução da Lei do Feminicídio. “A lei está aí, mas vira discricionário se o delegado vai considerar aquele crime feminicídio. Solicitamos estatísticas para saber se estão caracterizando e qualificando o que aconteceu como feminicídio”, destacou a deputada. A atividade marcou o início da campanha “21 dias de ativismo pelo fim da violência contra as mulheres”, no Congresso Nacional.

Luizianne encontra Lula em São Bernardo do Campo

A deputada federal Luizianne Lins (PT/CE) esteve no último dia 09/11, dia seguinte à libertação do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em São Bernardo do Campo. Lá, Luizianne se encWhatsApp Image 2019-12-02 at 13.53.23ontrou com Lula no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC.


“Quando encontrei Lula no segundo andar do Sindicato não consegui segurar o choro de muita emoção e alegria por vê-lo ali de novo, nos braços do povo”, conta a deputada. Durante o ato, além das milhares de pessoas, muitas lideranças políticas, jornalistas, parlamentares de esquerda lotaram os arredores do Sindicato dos Metalúrgicos.

Medidas do governo promovem desmonte dos serviços públicos

O (des)governo Bolsonaro reedfoto_servidoresita mais um capítulo de suas maldades e propõe uma reforma para o Estado brasileiro: o plano Mais Brasil. A deputada federal Luizianne Lins (PT/CE) assinala que esse plano nada mais é do que um aprofundamento no corte de gastos sociais e o enterro da proteção social que ainda nos resta.

Para Luizianne, as PECs do Pacto Federativo, Emergencial e dos Fundos Públicos na realidade implodem o pacto federativo da Constituição de 1988, aniquilam as economias dos municípios, deixam os estados à mercê de bancos privados; diminuem gastos com educação, saúde e inviabilizam o combate à extrema pobreza.

Caso a PEC Emergencial seja aprovada, os servidores públicos da União, estados e municípios poderão sofrer redução de 25% em seus salários, eliminação de reajustes, suspensão de concursos e promoções de carreira, além do fim da estabilidade e adoção de parâmetros subjetivos para admissão.

Luizianne interroga blogueiro bolsonarista suspeito de difundir notícias falsas

Durante o depoimento de Allan dos Santos, proprietário do canal foto_cpmi_fakenews.jpgna Internet Terça Livre, suspeito de disseminação em massa de fake news, no último dia 05 de novembro, a deputada federal Luizianne Lins (PT/CE) indagou o convocado sobre o cadastro do e-mail das suas empresas em nome do empresário João Bernardo Barbosa. O empresário, que mora em Miami, é dono de várias empresas, entre elas a Rede de Lanchonete Giraffas. Allan dos Santos tergiversou e não respondeu à pergunta. A CPMI irá investigar a informação.

Luizianne também apresentou três novos requerimentos de convocação para investigar a existência de uma rede de produção de fake news que atuaria a partir da Assembleia Legislativa de São Paulo. A denúncia foi realizada durante o depoimento do deputado federal Alexandre Frota, na última semana, que citou os nomes dos deputados estaduais de SP, Douglas Garcia e Gil Diniz, do PSL, além de Edson Salomão, do Movimento Direita São Paulo. Os três deporão por iniciativa da deputada.

“Começou a ser desvendado o esquema profissional de disseminação de fake news, com a materialização de nomes que inclusive já estão convocado para vir à CPMI. O importante é que conseguimos trazer à tona o que estava no submundo de um esquema que está atuando a pleno vapor já há alguns anos”, disse Luizianne.

Luizianne cobra medidas do governo sobre sustentabilidade econômica e ambiental após desastre

card_cpidooleo.jpgA deputada Luizianne Lins encaminhou ofício ao ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, solicitando informações sobre as medidas emergenciais e estruturais que estão sendo adotadas para preservar a biodiversidade brasileira e a sustentabilidade econômica e social, em virtude do grande volume de derramamento de óleo no litoral do Nordeste. Especialistas caracterizam o desastre como o maior já registrado na história.

“Entendemos que uma ação conjunta de vários órgãos federais é necessária para abarcar a diversidade de problemas oriundos desse desastre”, ressaltou a deputada. Entre as várias informações solicitadas, Luizianne quer saber os impactos das manchas de óleo sobre a saúde dos atingidos; e o cálculo da perda de renda e aumento do desemprego advindos da queda no turismo e na pesca.