Luizianne denuncia que 10 milhões de trabalhadores ficaram sem remuneração em maio

A deputada federal Luizianne Lins (PT/CE) denunciou nessa quinta (25/6), no Plenário da Câmara, que 10 milhões de trabalhadores ficaram sem rendimentos, em maio, devido à pandemia da Covid-19 (dados do IBGE). Enquanto isso, o desgoverno de Bolsonaro segue a sua política de gerar o caos, sancionando no limite projetos de lei em benefício do povo brasileiro; demorando a pagar o auxílio aos beneficiados e vetando a ampliação do benefício a categorias aprovadas pelo Congresso Nacional.

Cálculo de especialistas e da própria Câmara apontaram, no início da pandemia, que  100 milhões de pessoas estariam aptas a receber o benefício, porém o governo do caos está pagando o apenas a 64,1 milhões de quem tem direito ao auxílio.

Para agravar mais o quadro, quem já está recebendo ainda conta com atrasos e com péssima logística de acesso aos valores. A situação ganhou contornos graves nesta semana, quando o presidente fake news Jair Bolsonaro disse, em entrevista, que não garantiria a continuidade do benefício sem redução do valor.

Durante o pronunciamento, Luizianne também cobrou que o Congresso analise os vetos de Bolsonaro e faça valer o auxílio emergencial às categorias já aprovadas pelo Congresso.

Comente e participe!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s